life

Posturas de ioga para equilibrar os braços para iniciantes: comece devagar, cresça forte

Dominar o equilíbrio dos braços na ioga pode parecer assustador no início, mas compreender sua essência torna a jornada menos intimidante – é um processo em si. Ao contrário da crença popular, posturas e inversões complexas não são as únicas formas de equilíbrio dos braços. Os equilíbrios dos braços do Yoga abrangem todas as posturas em que as mãos servem de base; suas pernas não precisam sair do chão para se qualificarem como equilíbrio de braços.

Preparando-se para o equilíbrio dos braços de ioga

  1. Proteção do pulso: As posturas de equilíbrio dos braços exercem pressão nos pulsos. Aqueça os pulsos antes do treino e alongue-os após o treino para evitar tensão. Enquanto estiver na postura, abra bem os dedos e pressione-os firmemente no tapete para melhor estabilidade.

  2. Ative o Core: Embora o equilíbrio dos braços se concentre nas mãos, seu core faz a maior parte do trabalho. Envolva ativamente os músculos centrais. Faça aquecimento antes do treino para ativar os músculos abdominais e das costas.

  3. Envolva as pernas: Ative as pernas para encontrar apoio, auxiliando e aliviando a carga nos braços enquanto mantém a postura.

  4. Fixe seu olhar: Encontre um ponto estacionário à sua frente para ajudar no equilíbrio. Evite olhar para cima ou para trás, pois isso pode causar tensão no pescoço.

Não se esqueça de respirar!

Aqui estão algumas posturas de ioga adequadas para iniciantes:

  1. Postura da mesa: aumenta a força do peito e dos braços, abre a coluna e ajuda a criar melhores hábitos de postura.

  2. Postura da prancha: trabalha todo o corpo, fortalecendo abdominais, quadríceps, braços, ombros, costas e glúteos.

  3. Postura de bastão de quatro membros (Chaturanga Dandasana): Ótima para iniciantes, fortalece o núcleo, braços, pulsos e tornozelos.

  4. Postura do cachorro voltado para baixo: Uma postura central em estilos de ioga dinâmicos, fortalece a parte anterior do corpo, alonga os isquiotibiais, flexores do quadril e músculos das costas.

  5. Postura da prancha lateral: Uma progressão para quem já pratica há algum tempo, excelente para fortalecer braços, pulsos e uma das raras posturas que trabalham os oblíquos.

  6. Postura da Coisa Selvagem: Parece elegante, mas complexa, abre a frente do corpo e fortalece os pulsos, ombros e parte superior das costas.

  7. Pose da roda: uma das posturas de ioga mais icônicas, combina equilíbrio de braços e flexão profunda para trás, melhorando a força dos braços, abdominais e coluna, ao mesmo tempo que ensina habilidades de foco e equilíbrio necessárias para posturas avançadas.

  8. Pose de Escala: Nesta, ambas as pernas se levantam do chão. Ainda é um equilíbrio de braço adequado para iniciantes, pois a parte superior do corpo permanece em pé. Não há medo de inversão aqui!

  9. Postura do Corvo: Depois de praticar Plank e Chaturanga, você pode estar pronto para o Crow. Freqüentemente, o primeiro equilíbrio de braço “verdadeiro” aprendido tem várias modificações. Uma vez dominado, ele desbloqueia um reino de novas poses.

Essas posturas formam uma base sólida. Uma vez estabelecido, você estará pronto para avançar para equilíbrios de braços mais desafiadores. Lembre-se de que paciência e prática consistente são chaves para o sucesso no equilíbrio dos braços na ioga.

Lendo a seguir

Crafting Your Ideal Yoga Routine: Aligning Practices for Every Moment
Exploring the Profound Benefits of Seated Yoga Poses

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.

Este site está protegido pela Política de privacidade da reCAPTCHA e da Google e aplicam-se os Termos de serviço das mesmas.